Novo lar! Dicas te ajudam a tornar a mudança mais prática e eficiente

Chegar ao novo lar é um momento gostoso, cheio de expectativa e alegria – no entanto, o exercício de encaixotar, desempacotar e colocar tudo em seu devido lugar nem sempre é fácil ou animador. Para tirar de letra e aproveitar ao máximo, o blog traz dicas indispensáveis que vão tornar a mudança muito mais prática.

COMECE COM ANTECEDÊNCIA

É muito comum deixar para empacotar tudo em um único final de semana ou pouco antes de se transferir à nova casa – um erro que pode te levar ao cansaço e desorganização. “Se você for fazer a mudança sozinho, sem contar com uma empresa especializada, o ideal é começar cerca de três meses antes, sempre embalando primeiro o que você usa pouco e deixando o que é mais essencial para o final”, explica a personal organizer e designer de interiores Margô Belloni.

DESCARTE O QUE É DESNECESSÁRIO

A mudança é uma ótima oportunidade de abrir mão do que já não serve mais, uma maneira simples de manter a casa nova livre de bagunça e objetos desnecessários. “É o momento de levar com você aquilo que realmente é utilizado e de se perguntar se tudo o que tem faz sentido no seu momento de vida. É hora de descartar ou doar aquilo que está encostado“, indica. Não usa há mais de um ano? Então vale abrir mão.

SEPARE POR CÔMODOS

Nada pior do que chegar ao novo lar e ter que ficar indo e voltando de cômodo para por tudo no lugar, ou não encontrar algo que você precisa – e para não acontecer, o melhor é setorizar. “A melhor maneira é separar as caixas por cômodos e etiquetar. Se achar necessário, você ainda pode escrever o cômodo e separar por algum critério, como roupas de cama e toalhas, casacos, sapatos. Sinta o que vai te facilitar e identifique ao máximo”, esclarece. Além disso, lembre-se de manter objetos delicados em caixas menores e muito bem protegidos para evitar transtornos.

MEÇA OS ESPAÇOS

Ainda não viu se os móveis se adaptam ao novo espaço? Então faça uma visita ao novo imóvel. “Se você tem a intenção de manter os mesmos móveis o ideal é que você meça e tente imaginá-los nos espaços. Se for muito difícil visualizar, é bacana fazer um molde em tamanho real com jornal para que você consiga entender se cabe tudo com tranquilidade”, indica. Se não couber, é possível doar ou vender e comprar o que for necessário com antecedência.

Um outro detalhe que pode passar despercebido é a dimensão dos elevadores e escadas, uma medida que é indispensável para se planejar bem: “Precisamos medir portas de elevadores para saber se os móveis sobem tranquilamente ou se vão precisar ser içados – um serviço que exige contratação e autorização. Tudo isso conta, principalmente se você for fazer a mudança sozinha. Já as empresas costumam cobrar por lance de escada, então é importante saber para ter uma ideia do orçamento”.

FAÇA A LIMPEZA

E, claro, nada como entrar na casa nova com ela limpinha e pronta para receber todos os seus pertences. Lembre-se de agendar uma faxina pesada (incluindo interiores de armários já instalados) pelo menos dois dias antes de fazer a mudança para o novo imóvel.

A lista de casamento da Fast Shop tem tudo para sua casa, até mesmo poltronas. Clique aqui e saiba mais.

Você tambem pode gostar

0 Comentários

  1. Não há comentários, seja o primeiro a comentar.

Deixe um comentário