Pets no Casamento

Quando montamos a nossa lista de convidados queremos incluir todas as pessoas próximas da família. E quem disse que os animais de estimação estão fora disso? Eles também são considerados como um membro da família e nada mais justo do que incluí-los em um momento tão importante de nossas vidas. Mas, como colocá-lo durante a cerimônia? Será que o buffet permite? Ele e vai se comportar durante o evento? Essas e outras dúvidas você pode conferir agora!

COMO INCLUIR SEU PET NO CASAMENTO?

Uma das formas mais lindas de adicio ná-los no cortejo, que se tornou tendência, é colocá-los como pajens e daminhas para levarem as alianças e surpreender os convidados com essa fofura. Mas ainda dá para fazer aquela entrada triunfal ao lado dos noivos ou com algum padrinho, por exemplo, ou, até mesmo, entrando com a noiva no lugar do buquê. Não é lindo? Tenho certeza que você vai encantar  todo mundo com essa maravilhosa surpresa.

É importante que seu melhor amigo seja dócil e amigável. Afinal, você não quer uma surpresa desagradável no momento mais lindo da sua vida, certo? Caso ele não seja tão disciplinado, você pode recorrer ao adestramento, mas fique atenta, pois esse tipo de treinamento leva um certo tempo – sendo assim, programe-se!

AVALIE O COMPORTAMENTO DO PET

Antes de qualquer coisa, os noivos devem avaliar se essa é realmente uma escolha sensata. Mesmo que o amor pelo animalzinho seja muito, é importante saber se ele está adapto a se comportar em público, Por isso, separamos uma lista com itens essenciais para saber sobre o perfil do seu bichinho de estimação.

AGITADO

A primeira coisa que se deve prestar atenção é se o pet é agitado ou calmo. Observe seu compramento dentro de casa, ele fica tranquilo sentado em cantinho? Ou prefere correr pela casa por um bom tempo? Só sabendo essas questões que os noivos podem inclui-lo sem medo no casamento.

BARULHENTO

Outro fator que atrapalho o andamento da cerimônia é se o animalzinho fizer muito barulho. Não importa se seja um cachorro latindo, um gato miando ou até um passarinho cantando. Os convidados podem se incomodar, além de ter a possibilidade de estragar o áudio das gravações do casamento. Existe também chance do próprio pet ficar incomodado com a situação e você não vai querer que ele se sinta mal por isso.

ARRISCO

   

Mesmo que seja seu bicho de estimação, ele pode ser arrisco e ter o costume de morder estranhos ou objetos. Nesse caso, talvez não seja uma boa ideia levá-lo ao casamento. Pense primeiro no bem estar dos convidados e na decoração. Se alguma coisa acontecer e ele morder alguém, a festa pode se virar uma confusão.

Caso o perfil dele seja calmo – ele até pode latir um pouco – e não tenha o costume de morder,  está liberado deixá-lo participar! Porém, se a resposta for: muito agitado. O melhor  é deixá-lo de fora.

Ah, e antes de tudo, verifique as regras do espaço que você escolher para fazer o casamento, pois alguns locais restringem a entrada desses anjinhos. No mais, temos certeza que a cerimônia será lindíssima e emocionante!

 

Você tambem pode gostar

0 Comentários

  1. Não há comentários, seja o primeiro a comentar.

Deixe um comentário